LINA 100 ANOS!

Sobre o Centenário

Lina Bo Bardi teria completado cem anos no dia 5 de dezembro de 2014. Poucos centenários são comemorados com as concepções do homenageado tão reconhecidas pela sua atualidade. No caso, mais do que foram enquanto vivia.

Para comemorar seu centenário, o Instituto Bardi reuniu várias iniciativas entre agosto de 2014 a junho de 2015, dispersas em um comitê curador, procurando dar organicidade ao evento e evitar sobreposições e redundâncias. Além de várias exposições, publicações, filmes, encontros e uma campanha pela recuperação de suas principais obras compõe a programação.

Breve Linha do Tempo Lina Bo

Nascida Achillina Bo em Roma em 1914 Lina estuda arquitetura e atua nas revistas Lo Stile, Grazia, Bellezza, Vetrina e L'Illustrazione Italiana. Casa-se com Pietro Maria Bardi em 1946 e visita o Rio de Janeiro, aonde conhece a vanguarda das artes no brasil.

Em 1947, Pietro Maria Bardi é convidado pelo jornalista, empresário e político Assis Chateaubriand para fundar e dirigir um museu de arte moderna. Lina naturalisa-se brasileira em 1951 e já é parte importante da cena cultural nacional.

Lina vai a Salvador em 1958 para dar conferências na Escola de Belas Artes da Universidade da Bahia, e é convidada para dirigir o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) aonde projeta o restauro do Solar do Unhão e sua adaptação para sede do museu.

Retornando a São Paulo em 1966, retoma o projeto do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MASP) na Avenida Paulista, que após sua inauguração em 1968 virá a ser um dos marcos mais icônicos da arquitetura Brasileira.

Durante seus últimos dez anos de vida, após a inauguração do SESC Pompeia em 1982, Lina abriu uma nova fase em sua carreira. Apoiada pelos seus jovens colaboradores, Marcelo Ferraz, André Vainer e Marcelo Suzuki, produziu projetos que apontavam para uma renovação da arquitetura brasileira, então um tanto acomodada pela falta de oxigênio cultural dos anos da ditadura.

Após sua morte em 1992, o reconhecimento desses anos foi potencializado pelo Instituto Bardi, graças a suas exposições, publicações e presença na mídia. Lina tornou-se uma referencia internacional. O século XXI, mais especificamente o pós crise de 2008, viu vários dos seus temas e posições tornarem-se pauta do debate sobre cultura, meio-ambiente, patrimônio histórico e produção material da arquitetura e dos objetos.







Exposições Atuais:


No Exterior:


Lina Bo Bardi 100 : Brazil's aternative path to modernism
Architekturmuseum der TU München (Pinakothek der Moderne)
Munique, Alemanha
Curadoria: Andres Lepik e Simone Bader
12 de novembro de 2014 a 22 de fevereiro de 2015
www.architekturmuseum.de


Lina Bo Bardi in Italia. "Quello che volevo, era avere Storia"
MAXXI
Roma, Itália
Curadoria: Margherita Guccione
19 de dezembro de 2014 a 3 maio de 2015
www.fondazionemaxxi.it


Moderno: Design for Living in Brazil, Mexico, and Venezuela, 1940-1970
Americas Society
New York, EUA
Curadoria: Jorge F. Rivas Pérez. Maria Cecilia Loschiavo dos Santos, Ana Elena Mallet, Gabriela Rangel, Christina de León
11 de fevereiro a 16 de maio de 2015
www.as-coa.org


Latin America in Construction: Architecture 1955-1980 
Participação de Lina em exposição coletiva com cinco projetos.
MoMA
Nova York, EUA
Curadoria: Barry Bergdall, Carlos Eduardo Comas e Francisco Liernur
29 de março a 19 de julho de 2015
www.moma.org

Exposições Realizadas:


No Brasil:


Maneiras de expor: arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi
Museu da Casa Brasileira
São Paulo, SP
Curadoria: Giancarlo Latorraca
19 de agosto a 09 de novembro de 2014
www.mcb.org.br


A arquitetura política de Lina Bo Bardi 
SESC Pompeia
São Paulo, SP
Curadoria: Marcelo Ferraz e André Vainer
8 de outubro a 14 de dezembro de 2014
www.sescsp.org.br


Lina gráfica
SESC Pompeia
São Paulo, SP
Curadoria: João Bandeira e Ana Avelar
8 de outubro a 14 de dezembro de 2014
www.sescsp.org.br


Mobiliario de Lina Bo Bardi: Tempos Pioneiros
Mobiliário desenvolvido entre 1947 e 1958.
Casa de Vidro
São Paulo, SP
Curadoria: Sergio Campos
18 de outubro a 6 de dezembro de 2014
www.institutobardi.com.br


Lina Bo Bardi: Um Olhar?.
O olhar da Lina para a arte popular e o artesanato brasileiro.
MADE
São Paulo, SP
Curadoria: Marcos Marcelino e Wadick Jatobá
5 a 9 de novembro de 2014
www.mercadodeartedesign.com.br


Lina Bo Bardi e o Triângulo Mineiro 
Casa Paroquial da Igreja Espírito Santo do Cerrado, no Bairro Jaraguá
Uberlândia, MG
Curador Geral: Edmar de Almeida.
Equipe Curatorial: Adriano Tomitão Canas, Ariel Luis Lazzarin, Luiz Carlos de Laurentiz, Maria Beatriz Camargo Cappello, Maria Eliza Guerra, Roberto Andrade e Marilia Maria Brasileiro Teixeira Vale
10 de novembro a 5 de dezembro de 2014


Tempos Vivos de Uma Arquitetura
Duas amostras que celebram o centenário.
MAM-BA
Salvador, BA
Curadoria Lina BA/58-64: Carla Zollinger
Curadoria Corrupting Lina: Frederico Calabrese
3 a 19 de dezembro 2014
www.bahiamam.org

No Exterior:


Lina Bo Bardi born in Rome in 1914
Johann Jacobs Museum
Zurich, Suíça
Curadoria: Roger Martin Buergel
4 de julho a 30 de novembro de 2014
www.johannjacobs.com


 

 

 

logo_ilbpmb ©2012-2013